Secador de cabelo: vilão ou mocinho? Todos nós sabemos como um secador ajuda na preparação do cabelo de forma prática no dia a dia, sendo um verdadeiro aliado na nossa vida. Mas nós também sabemos que ele pode danificar os nossos fios. Mas como e em que medida? É mais saudável deixar o cabelo secar naturalmente? Há formas de secá-lo que sejam menos agressivas?Se você quer saber se o secador estraga o cabelo ou não, confira o post de hoje, pois irei falar tudo sobre o assunto. Boa leitura!

Afinal, secador estraga o cabelo?

Sim, infelizmente, o secador danifica o cabelo, por mais que ele fique lindo após fazermos aquela escova maravilhosa. Contudo, deixar o cabelo secar naturalmente também causa danos aos cabelos. Não acredita? Pois saiba que temos provas sobre isso.Um estudo publicado em 2011, denominado Hair shaft damage from heat and drying time of hair dryer, identificou e avaliou os danos que o secador causa aos fios de cabelo.Os parâmetros analisados consideraram a estrutura, o formato, a hidratação e a cor do cabelo. A amostra contou com cinco grupos, sendo eles:

  • Grupo 1: sem uso de shampoo ou tratamento capilar;
  • Grupo 2: secagem dos fios em temperatura ambiente (20°C);
  • Grupo 3: secagem dos fios durante 60 segundos, a uma temperatura de 47°C (morno) e a 15 cm de distância do cabelo;
  • Grupo 4: secagem dos fios durante 30 segundos, a uma temperatura de 61°C e a 10 cm de distância do cabelo;
  • Grupo 5: secagem dos fios durante 15 segundos, a uma temperatura de 95°C e a 5 cm de distância do cabelo.

Os resultados da pesquisa comprovaram que, conforme a temperatura aumenta, os fios tendem a ficar mais danificados. Como era de se esperar, a umidade dos fios secos com secador é menor do que os fios secos sem secador, no entanto, essa diferença não é muito significativa.Além disso, verificou-se que o córtex dos fios, que é a parte que fica entre a cutícula e a medula, não sofreu dano em nenhum dos grupos. Por conta disso, os pesquisadores acreditam que a superfície do fio serve como uma proteção eficiente nesse sentido. Outro fato curioso descoberto pela pesquisa foi que tanto os cabelos secos naturalmente quanto os secos com secador a uma temperatura de 95°C apresentaram mudanças na tonalidade do cabelo, tornando a cor mais desbotada.Por fim, o mais interessante desse estudo é que o complexo da membrana celular foi danificado somente no grupo que não utilizou secador de cabelo. Portanto, os pesquisadores concluíram que secar os cabelos a uma distância de 15 cm com movimento contínuo a uma temperatura morna danifica menos o cabelo do que deixá-lo secar naturalmente.Desse modo, secar os cabelos com secador até pode ser uma boa alternativa, desde que se respeitem algumas regras. A seguir, confira como secar o cabelo corretamente.

Como secar o cabelo corretamente?

Remover o excesso de água

Como a exposição ao calor do secador danifica o cabelo, é necessário remover bem a água dos fios antes de secá-los, a fim de que a exposição ao secador leve menos tempo. Portanto, torça as madeixas, mas com delicadeza. Além disso, evite esfregar a toalha nos fios, pois isso pode danificá-los também.Desse modo, prefira apertar e torcer levemente os fios com a toalha, enrole-a sobre a cabeça e deixe por uns cinco minutinhos. Assim, a toalha irá sugar toda a umidade em excesso dos fios. Lembre-se de utilizar uma toalha bem sequinha para agilizar esse processo. 

Usar protetor térmico

Antes de ligar o secador, aplique em seu cabelo um protetor térmico de qualidade. Esse produto cria uma camada protetora na fibra capilar, a qual protege os fios dos danos causados pelo calor do secador e também da chapinha ou babyliss. Caso você tenha uma raiz oleosa, evite usar o produto próximo ao couro cabeludo. 

Secador estraga o cabelo: manter longe dos fios

Como observado na pesquisa apresentada acima, é importante manter o secador a uma distância de 15 cm do cabelo. Nesse sentido, primeiramente, seque todo o cabelo mantendo essa distância e, posteriormente, inicie a escova. Assim, você agiliza a secagem e depois foca apenas em modelar o cabelo com a escova. Vale destacar que pessoas com cabelo oleoso devem manter o secador ainda mais longe do couro cabeludo, pois o calor estimula a produção de sebo.

Optar por uma temperatura média

O estudo também mostra que é muito importante optar por uma temperatura média e evitar jatos de ar muito quentes. Portanto, prefira secadores com, no mínimo, três opções de temperatura, pois assim você saberá que a segunda é a opção “morno”. Vale conferir também o manual do fabricante para se informar a respeito de cada nível de temperatura e o calor que cada uma emite, principalmente se o seu secador possuir mais de três opções. 

Movimentar o secador

Você já deve ter percebido que os cabeleireiros não deixam o secador muito tempo fixo em um local na hora de realizar a secagem. A pesquisa apresentada também indica que quanto mais movimento você realizar com o secador, menos danos você terá em seu cabelo. Portanto, a dica é movimentar o secador na hora de secar os fios e, quando estiver modelando o cabelo, não ultrapasse 60 segundos na mesma mecha. Sendo assim, modele uma mecha e, se ela não ficar como você deseja durante esse período de tempo, deixe ela reservada e modele o restante do cabelo. Quando finalizar, retorne nas mechas que precisam de uma maior atenção. Faça isso até que seu cabelo fique com o acabamento que você deseja. 

i love my curly hair

Outros cuidados recomendados

Além de secar o cabelo corretamente, é fundamental cuidarmos das madeixas na hora de desembaraçar os fios, sempre passarmos um reparador de pontas e realizarmos qualquer tratamento químico com o auxílio de um profissional bem capacitado, pois quanto mais saudável o cabelo estiver, menos danos ele irá sofrer. Como sempre falamos, o cronograma capilar em dia também é fundamental, pois esse tipo de tratamento devolve todos os nutrientes que o nosso cabelo perde ao ser danificado.

Concluindo

Como você pôde perceber, o secador estraga o cabelo, mas secando de forma correta ele pode danificar muito menos do que deixar o cabelo secar naturalmente. Portanto, use ele de forma consciente! E sempre busque produtos de qualidade comprovada para proteger os seus fios.

Posts Recomendados