Existem diversos motivos para que haja a queda de cabelo feminino. Muitos deles estão relacionados com estresse, alterações hormonais, alimentação inadequada, entre outros. Mas não precisa se preocupar se alguns fios aparecem no travesseiro ou no box do banheiro!A perda de até 100 fios por dia é completamente normal, segundo dermatologistas.Neste artigo, vamos tirar todas as suas dúvidas a respeito da queda de cabelos, os fatores que levam a este problema e como é possível resolvê-los. Boa leitura!

Por que ocorre a queda de cabelo feminino?

Alterações hormonais ligadas a distúrbios de tireoide e síndrome de ovários policísticos, assim como doenças autoimunes, por exemplo, lúpus, têm como sintoma a queda de cabelo. Além disso, a fase pós-parto, alterações nutricionais e alguns medicamentos também podem desencadear este tipo de problema.Há causas que têm a ver com hábitos do dia a dia. Sabe aqueles penteados com um rabo de cavalo bem apertado e outros que repuxam os fios? Eles causam perda de cabelos também.Procedimentos químicos agressivos necessários para realizar o alisamento dos fios e o excesso de calor são fatores que contribuem para a queda precoce das madeixas.

Excesso de estresse

Tão importante quanto o seu cuidado diário, com os produtos indicados para os seus cabelos, é cuidar da sua saúde mental e buscar um equilíbrio entre o trabalho e o lazer.Por isso, atividades físicas e hábitos saudáveis são tão indicados, pois ajudam a reduzir o stress, que causam males à saúde do seu corpo e, consequentemente, do couro cabeludo.

Alterações hormonais

As alterações hormonais são uma importante causa de queda de cabelo feminino e ocorrem em diversas fases da vida, com mais intensidade durante a adolescência.Ao trocar a pílula anticoncepcional ou iniciar um novo método contraceptivo, pode existir uma queda de cabelo temporária.Por isso, caso note uma alteração do tipo nos seus cabelos após adotar medicamentos ou tratamentos, fale com o seu médico para ver quais outras opções existem para evitar este problema relacionado.

Antidepressivos e outros medicamentos

O início ou uso prolongado de alguns medicamentos antidepressivos, anticoagulantes ou remédios para pressão alta tem a queda de cabelo feminino como um efeito colateral possível. Outros medicamentos listados com este tipo de problema são o metoextrato, o lítio e o ibuprofeno.Se ao utilizar qualquer classe de medicamentos você perceber que seus cabelos estão caindo, comunique imediatamente ao médico e ele verá a possibilidade de receitar um substituto, caso necessário.

Anemia

Um dos vários efeitos adversos causados pela anemia é a queda de cabelo. Pois a doença faz com que os fios recebam menos sangue e, consequentemente, nutrientes e oxigênio. Esta ausência faz com que fiquem mais fracos, sem vida e quebradiços, fatores que contribuem muito para a queda do cabelo feminino. A anemia é normalmente causada por falta de ferro, mas também pode estar ligada à diminuição da vitamina B12 no organismo. Por isso, realizar check-ups regularmente é o melhor caminho para evitar problemas como esses.

Hipotireoidismo

O hipotireoidismo acontece quando a tireoide não está em pleno funcionamento. Isso faz com que hormônios produzidos pela glândula tenham alteração na produção. Muitos deles são importantes para o funcionamento do corpo e do crescimento dos fios de cabelo. 

O que fazer para evitar

Proteja os fios! Utilize um protetor térmico antes de usar chapinha e babyliss, pois produtos como esses selam a cutícula, graças ao silicone que trazem na composição. Desta forma, evitam o ressecamento do fio.Outra coisa que pode ser feita é um check-up clínico para verificar possíveis causas para a queda de cabelo e se está dentro do esperado. E os cabelos também se beneficiam de hábitos saudáveis, por isso, este é mais um motivo para incluir uma alimentação equilibrada e exercícios físicos no seu dia!

queda de cabelo feminino

Menopausa

A calvície causada pela idade é muito mais comum em homens. Porém, atinge cerca de 30% das mulheres na faixa etária dos 70 anos. Essa característica é chamada de alopecia, causada por alterações no ciclo de crescimento do cabelo. Os cabelos vão ficando ralos e, de forma progressiva, o couro cabeludo fica exposto. Segundo a cirurgiã plástica Juliana Sales, no jornal O Globo, a queda dos cabelos está ligada aos receptores de testosterona no folículo piloso.

Diagnóstico e tratamento

Para saber se a queda de cabelos está em níveis acima do normal, o médico pode pedir exames de sangue, dermatoscopia e até biópsia do couro cabeludo. Com esses exames em mãos, o médico poderá indicar qual é o melhor tratamento, que inclui opções como: tratamento com lasers, LED, injeções locais, MMP e microagulhamento. Outras opções também são transplantes e implantes, que podem ser feitos com próteses, bem parecidas com os cabelos reais.Sabemos que os cabelos estão diretamente ligados à noção de autoestima das mulheres. Por isso, cuidar dos fatores aqui citados é importante para a saúde mental e a qualidade de vida!

Concluindo

Os cabelos são parte essencial do nosso corpo, somam a nossa personalidade, estilo, contribuindo com muito da comunicação não-verbal que queremos expressar. Por isso cuidar deles é tão importante, com produtos dermatologicamente testados (não em animais) e comprovados, como os da Kert Cosméticos.Porém, se ajudamos você a cuidar dos seus cabelos de fora para dentro, como você leu neste artigo, é tão ou mais importante cuidar deles no caminho inverso. Caso note, uma queda acentuada dos seus cabelos, procure um médico especializado.Siga as dicas e garanta o melhor para os seus cabelos e para a sua saúde!


Fontes das informações:

https://capellux.com.br/anemia-causa-queda-de-cabelo/https://tricosalusclinics.com.br/hipotireoidismo-causa-queda-excessiva-de-cabelo-e-o-hipertireoidismo/
https://oglobo.globo.com/ela/ageless/queda-de-cabelo-em-mulheres-aumenta-com-idade-quando-se-preocupar-24228935
https://www.tuasaude.com/queda-de-cabelo-o-que-pode-ser/
https://www.innoveclinic.com.br/novidades/medicamentos-queda-capilar/

Posts Recomendados