Hoje vamos falar de um assunto muito interessante, que é a coloração em cabelos virgens. Muitas pessoas acreditam que, por nunca terem colorido ou descolorido o cabelo, os seus fios estão livres de problemas ao passarem por uma transformação assim. No entanto, isso não é verdade. 

É claro que um cabelo virgem está menos danificado que um cabelo colorido e/ou descolorido. Contudo, o cabelo virgem de coloração pode ter passado por outros tratamentos químicos que igualmente fragilizam os fios. Além disso, um cabelo virgem que não recebe os cuidados necessários também pode apresentar problemas após a coloração.  

Ademais, sempre que vamos realizar um procedimento de coloração é preciso realizar alguns testes para averiguar até mesmo se o seu couro cabeludo não irá reagir negativamente ao produto utilizado. 

Por fim, é necessário averiguar também se o tom que você deseja atingir é possível apenas com a coloração ou se será necessário descolorir as madeixas. Sendo assim, caso você nunca tenha colorido ou descolorido o cabelo, está pensando em mudar o visual e possui um monte de dúvidas sobre esse processo, continue acompanhando este post que eu irei contar tudo para você. Boa leitura!

O processo de coloração em cabelos virgens

O processo de coloração pode ocorrer, basicamente, de duas formas: apenas com a coloração ou com descoloração e coloração. Dependendo do tom que você deseja atingir, é necessário recorrer a essa última opção, tendo em vista que a coloração não é capaz de tingir mais de três tons abaixo ou acima da cor natural dos seus fios, sendo necessário realizar inicialmente a descoloração para, posteriormente, colorir os fios. 

O processo de coloração permanente consiste em utilizar uma substância que contém, resumidamente, um determinado pigmento e um agente alcalinizante, sendo esse último geralmente a amônia, a qual possui um pH mais elevado do que o do cabelo, capaz de abrir as cutículas dos fios. 

Desse modo, é possível que o pigmento penetre o interior dos fios, o que torna a coloração mais duradoura, mas também um procedimento que requer cuidados, pois danifica em certa medida os cabelos. 

Já a descoloração consiste, basicamente, em uma mistura de água oxigenada e agente alcalinizante, de modo que esse último também é responsável por abrir as cutículas dos fios e o primeiro por degradar as moléculas de melanina, as quais proporcionam a cor natural dos cabelos. 

Como ambos os processos modificam o pH do couro cabeludo e da extensão dos fios, ainda mais quando se realiza descoloração e coloração em conjunto, é necessária uma série de cuidados antes e depois do procedimento químico. 

keraton-hard-colors-insane-pink

Quais os cuidados que devem ser tomados para coloração em cabelos virgens?

Veja a seguir um conjunto de cinco cuidados que você deve ter para colorir os cabelos!

1. Cuidados pré-coloração

Como mencionado anteriormente, por mais que o cabelo seja virgem, ele não está imune a sofrer com o procedimento, tendo em vista que tanto a coloração quanto a descoloração alteram o pH capilar. 

Para garantir que o processo de coloração agrida menos os fios, é necessário que eles estejam muito saudáveis. Desse modo, realize o cronograma capilar regularmente, use produtos com proteção térmica antes de se expor ao sol ou passar secador e chapinha, finalize o cabelo com um reparador de pontas e sempre utilize produtos de qualidade.

2. Escolha do tom

Como destacado previamente, uma coloração permanente é capaz apenas de elevar ou diminuir três tons da cor natural dos seus fios. Dessa forma, é necessário refletir sobre se você está disposta ou disposto a realizar uma química mais agressiva, como a descoloração e coloração conjuntamente, e cuidar mais dos cabelos para diminuir os danos. 

Caso você deseje clarear os fios e não queira descolorir tudo de uma vez, uma opção é optar por luzes, ombré hair ou babylights, por exemplo.

Além disso, para verificar que a cor que você deseja irá cair bem no seu tom de pele, considere o seu subtom. Para isso, verifique a parte interna do seu antebraço. Caso você perceba que há tonalidades de rosa e azul, e suas veias são mais azuladas, seu subtom de pele é frio. 

Agora, se você possuir essa região em um tom mais amarelado e com veias esverdeadas, seu subtom é mais quente. Feito essa checagem, pesquise sobre as tonalidades que mais se enquadram com cada subtom de pele.

3. Teste de toque

Algumas pessoas podem apresentar alergia às substâncias utilizadas. Sendo assim, é fundamental realizar o teste de toque com o produto que você pretende utilizar no cabelo para chegar ao tom desejado. Caso você vá realizar descoloração e coloração na sequência, é necessário realizar o teste separadamente com cada uma das substâncias. 

Para isso, aplique o produto no antebraço ou atrás da orelha e deixe agir pelo tempo indicado no rótulo. Caso você não identifique nenhuma alergia ou reação após o procedimento, o produto pode ser aplicado.

Importante ressaltar que o teste deve ser feito a cada coloração, ou descoloração, ainda que já tenha utilizado os produtos anteriormente.

4. Teste de mecha

É necessário também realizar o teste de mecha, pois, como mencionado anteriormente, por mais que um cabelo seja virgem, ele pode já ter passado por outros procedimentos químicos, como a escova progressiva, por exemplo.

Como esses procedimentos também danificam os fios, pegue uma mecha de cabelo de trás da cabeça mais escondida e aplique todos os produtos necessários para atingir o tom desejado. Caso o cabelo não quebre, ele está apto para receber a coloração ou descoloração, , por exemplo, e até mesmo agressões naturais, como sol, mar, vento, piscina entre outros.

5. Cuidados pós-coloração

Por fim, após realizar qualquer tipo de procedimento químico nos fios é fundamental cuidar dos cabelos. Claro, o cuidado é importante mesmo em um cabelo sem química, no entanto, após um procedimento mais agressivo é indispensável para manter a saúde dos fios. 

Desse modo, os mesmos cuidados recomendados para a pré-coloração também são indicados após a coloração. Além disso, para manter por mais tempo a nova cor de cabelo, aposte em cremes de tratamento com pigmentação e, caso você tenha optado por um loiro super claro, não se esqueça de utilizar produtos matizantes. 

Agora que você já sabe tudo sobre coloração em cabelos virgens, já está preparada(o) para a nova mudança? Caso sim, conte com a Kert Cosméticos e confira a nossa linha de coloração e descoloração. 

Posts Recomendados