O teste de mecha e a prova de toque são procedimentos que ajudam a evitar que o cabelo quebre. Ou ainda, que você desenvolva algum quadro alérgico. Entretanto, eles são muito confundidos pelas pessoas que usam química em seus fios.

Em qualquer salão de beleza, antes de um cliente realizar algum procedimento químico, ele deve passar por esses testes. Afinal, isso vai garantir que o fio e a pele não sofrerão nenhum dano. E quando você colore o cabelo em casa não é diferente.

Para que você entenda melhor a diferença entre o teste de mecha e a prova de toque e saiba como fazê-los, fizemos este artigo. Continue acompanhando e saiba em quais situações eles são feitos. Boa leitura!

O que é o teste de mecha?

Quando você quer descolorir ou colorir o seu cabelo, antes é preciso saber se ele está pronto para receber o produto. Ou seja, se está forte o suficiente para que o procedimento de coloração não o quebre. Sendo assim, o objetivo do teste de mecha é identificar se os fios podem ou não ser coloridos, sem que haja nenhum dano, além de possibilitar a visualização de como ficará a cor em seus cabelos.

Esse é um procedimento que deve ser feito tanto em quem vai pintar os cabelos no salão de beleza quanto em casa. Isso porque os tipos de colorações, porosidade dos fios, cor base dos cabelos, histórico de exposição ao sol, tipo do cabelo e muitos outros fatores certamente influenciarão no resultado final individual de cada um. 

Por meio do procedimento, você fica sabendo qual o tempo necessário que o fio precisa para ficar no tom ideal e qual será a cor exata que a coloração vai chegar, considerando sua cor de base.

Normalmente, esse é um procedimento realizado um pouco antes da coloração. Entretanto, o ideal é que seja feito pelo menos 48 horas antes de colorir os cabelos, especialmente a prova de toque, para dar tempo de revelar possíveis alergias.

O que é a prova de toque?

A prova de toque verifica a reação do produto em contato com o couro cabeludo, a fim de saber se a pessoa terá alguma reação inflamatória ou alérgica a ele. 

Geralmente, o número de pessoas que tem algum tipo de reação é baixo. Porém, essa é a forma mais segura de realizar qualquer tipo de química no cabelo, sem que haja qualquer tipo de reação futura.

Prova de toque passo a passo

Depois de escolher o procedimento e a transformação que você quer realizar, o primeiro passo é realizar a prova de toque. Confira o passo a passo:

  • Prepare a coloração;
  • Com um cotonete, aplique o produto no antebraço e atrás da orelha;
  • Aguarde 45 minutos;
  • Observe os locais onde a coloração foi aplicada e, se houver qualquer reação, retire o produto imediatamente;
  • Após os 45 minutos, retire o produto com água morna;
  • Seque a pele com uma toalha de forma delicada e não aplique nenhum produto no local por 48 horas, mantendo a observação, se não houver qualquer reação, tudo pronto para o teste de mecha!

Fazendo o teste de mecha em 5 passos 

O teste de mecha deve ser feito depois da prova de toque. Portanto, se depois de 48 horas da prova feita não for identificada nenhuma reação, é possível fazer o teste de mecha.

Ele pode ser realizado em cinco passos simples:

  • Comece separando uma mecha que não seja tão visível, por exemplo, de trás do cabelo;
  • Não aplique o produto na raiz, mas em todo o restante dos fios, até as pontas;
  • Deixe agir pelo tempo indicado na embalagem, verificando a cada cinco minutos se não há nenhum tipo de reação. Se observar que houve algo indesejado, retire o produto imediatamente;
  • Caso não haja reação, lave a mecha e veja qual a cor obtida;
  • Se o cabelo quebrar ou ficar com uma textura emborrachada ou elástica, não passe o produto no restante dos fios.

Importância do teste de mecha 

Mas afinal, será que o teste de mecha realmente é tão importante e precisa ser realizado? Sim. Antes de qualquer procedimento químico, é necessário saber se o seu cabelo está pronto para receber o produto. Ou seja, se ele está saudável o suficiente.

Sem o teste, a promessa de um cabelo deslumbrante pode não ser tão verdadeira assim. Afinal, fios que não são bem cuidados podem quebrar facilmente. Cabelos que já passaram por algum tipo de alisamento ou coloração anterior devem ser bem hidratados, nutridos e reconstruídos. Mas com a correria do dia a dia, nem sempre é possível. 

Por isso, antes de pensar em mudar o visual, faça o teste de mecha. Se é a primeira vez que o seu cabelo vai receber uma química ou você nunca utilizou o produto, faça a prova de toque também. Ela é essencial para saber se você tem alegria ou outro tipo de reação. 

É necessário ter muito cuidado ao realizar alisamentos, colorações e descolorações. O teste de mecha existe justamente para tornar o procedimento mais seguro para o cliente, por isso, caso o procedimento seja feito no salão, converse com seu cabelereiro e peça para que ele realize os testes antes de tudo.

Um cabeleireiro comprometido com a segurança e credibilidade do resultado vai fazer o teste de mecha e a prova de toque. Afinal, nem sempre o que o cliente deseja é o melhor para o cabelo dele. O profissional é quem vai avaliar a saúde do fio e se ele está pronto para receber o produto. 

Vantagens do teste de mecha 

O teste de mecha vai além de descobrir se os fios aguentam ou não receber um tipo de produto. Ele vai dar a noção de quanto tempo vai durar o procedimento e como será o resultado final. Essa é uma forma de você se organizar para fazer todo o processo com calma e dentro do tempo esperado.

Conclusão 

Conseguiu perceber a diferença entre o teste de mecha e a prova de toque? Lembrando que o primeiro procedimento a ser feito é a prova de toque, descartando qualquer tipo de reação alérgica. Para a sua segurança, é fundamental realizar o teste de mecha e de toque antes de todos os procedimentos químicos. Especialmente se for a sua primeira vez.

Curtiu o post? Descubra também como remover a coloração sem descolorir.

Posts Recomendados