Você sabe qual o seu tipo de cabelo? Não estou falando simplesmente da classificação liso, ondulado, cacheado e crespo, mas sim dos subtipos que vão do 1A até o 4C. É muito importante identificar a curvatura específica dos seus fios, já que é a partir dessa avaliação que é possível escolher os produtos mais indicados e eficazes para mantê-los bonitos e saudáveis.

Então, se você nunca ouviu falar nesses subtipos ou já viu em diversas embalagens de produtos para cabelo, mas ainda não sabe o que significam, confira o post de hoje, pois vou contar tudo a respeito!

Tipos de cabelos

A seguir, você vai conferir os 12 subtipos de cabelos para que possa identificar qual é o seu. Mas saiba que, dificilmente, alguma pessoa tem apenas um subtipo de fio no couro cabeludo. Por exemplo, é possível ter três tipos diferentes.

Portanto, na hora de avaliar a curvatura das suas madeixas, foque em descobrir o seu tipo de cabelo predominante, ok? Então vamos lá!

Tipo 1

O cabelo tipo 1 é o famoso liso escorrido, ou seja, não tem curvatura alguma e, mesmo que se faça um babyliss e passe muuuito spray fixador, dificilmente ficará cacheado ou ondulado por muito tempo.

Os cabelos desse tipo geralmente são finos, não têm volume e são oleosos, pois o sebo do couro cabeludo tem maior facilidade de atingir o comprimento e as pontas dos fios. Logo abaixo, conheça os três subtipos:

Imagem: Glamurama UOL

1A: fios finos, sem volume e muito oleosos. Um exemplo de cabelo tipo 1A é o da atriz Gwyneth Paltrow.

Imagem: Ego Globo

1B: fios menos finos e oleosos quando comparados aos do tipo A1. Devido a isso, possuem também um pouco mais de volume na raiz. Um exemplo de cabelo 1B é o da atriz Mila Kunis.

Imagem: Terra

1C: fios grossos, pesados, oleosos e mais volumosos devido a espessura. Um exemplo de cabelo tipo 1C é o da atriz Lucy Liu.

Tipo 2

A partir do tipo 2, os cabelos começam a apresentar algum tipo de curvatura. Veja a seguir:

Imagem: RH UOL

2A: cabelo levemente ondulado, sendo que as ondas se localizam mais nas pontas dos fios. Geralmente são oleosos e sem muito volume, como o tipo 1. No entanto, quem tem cabelo tipo 2A consegue fazer um babyliss e manter o cabelo cacheado/ondulado por mais tempo. Um exemplo de cabelo tipo 2A é o da atriz Scarlett Johansson.

Imagem: Pinterest

2B: cabelo com ondulações mais definidas que o tipo 2A e mais próximas do couro cabeludo. Normalmente, apresenta frizz, volume e a raiz tende a ser oleosa, mas as pontas não. Um exemplo de cabelo tipo 2B é o da atriz Kate Hudson.

Imagem: Pinterest

2C: cabelo com cachos, mas não muito definidos. É comum que quem apresenta esse tipo de cabelo tenha mais volume na raiz. Um exemplo de cabelo tipo 2C é o da cantora Shakira.

Tipo 3

O tipo três é composto pelos cabelos marcadamente cacheados. Por vezes, podem ter a raiz oleosa, mas não o suficiente para deixar o cabelo sem volume e grudento na raiz. Como os cachos são mais definidos, o comprimento do cabelo tende a ser seco, uma vez que os cachos dificultam a oleosidade de atingir o comprimento e as pontas dos fios. Conheça mais sobre cada subtipo a seguir:

Imagem: Extra Online

3A: cachos definidos, abertos e grandes. Geralmente, a raiz é menos cacheada, porém apresenta volume. Esse tipo de cabelo costuma ter bastante frizz. Um exemplo de cabelo tipo 3A é o da cantora Taylor Swift no início da carreira.

Imagem: Tudo Mulher

3B: cachos bem definidos desde a raiz até as pontas e com bastante volume. Um exemplo de cabelo tipo 3B é o da influenciadora Steffany Borges.

Imagem: Salão Virtual

3C: cachos bem definidos e fechados. Devido a isso, a oleosidade do couro cabeludo não chega até o comprimento e as pontas, deixando-o com aspecto mais ressecado. Normalmente, são cabelos finos, com frizz e muito volume. Um exemplo de cabelo tipo 3C é o da atriz Taís Araújo.

Tipo 4

O cabelo tipo 4 abriga os famosos black powers. Sendo assim, tratam-se de cabelos volumosos, finos e mais secos, devido à curvatura. Confira os subtipos logo abaixo:

Imagem: Mais Goiás

4A: cachos bem definidos e fechados desde a raiz até as pontas. Por conta disso, a raiz é bem volumosa. Um exemplo de cabelo tipo 4A é o da Thelma Assis, campeã do BBB 2020.

Imagem: Terra

4B: cachos ainda mais fechados a ponto de quase não ser possível ver a curvatura do fio. Geralmente são cabelos com muito volume e frizz. Um exemplo de cabelo tipo 4B é o da Solange Knowles, irmã da cantora Beyoncé;

Imagem: Mega Astrologia

4C: cabelo com curvatura tão intensa que não é possível enxergar os cachos. Quando possível, percebe-se que eles têm curvatura em “Z”. Além disso, são os mais volumosos se comparados com  todos os outros tipos mencionados anteriormente. Um exemplo de cabelo tipo 4C é o da cantora Diana Ross no início da carreira. Inclusive a rainha do soul e do pop foi uma das responsáveis por popularizar os cabelos afro, os quais eram estigmatizados, principalmente nos anos 70 e 80.

Como cuidar de cada tipo de cabelo?

Lisos: 

  • aplique shampoo antirresíduos uma vez ao mês para remover impurezas e oleosidade;
  • use shampoos e condicionadores específicos para seu tipo de cabelo (liso, oleoso, sem volume);
  • não passe condicionador próximo a raiz;
  • use um leave-in para desembaraçar os fios e tratá-los ao longo do dia sem pesar;
  • faça uso de shampoo a seco quando for preciso.

Ondulados:

  • use shampoos e condicionadores específicos para o seu tipo de cabelo (raiz mais oleosa,  pontas mais secas, frizz);
  • não passe condicionador muito próximo ao couro cabeludo;
  • aplique leave-in com ativador de cachos para a sua curvatura, para modelar as ondas sem pesar a raiz;
  • se desejar, faça uso de um difusor para definir mais as ondas.

Cacheados:

  • use shampoos e condicionadores específicos para o seu tipo de cabelo (seco nas pontas e com frizz);
  • faça umectação noturna com óleos, como o de coco ou argan;
  • aposte em cremes com ativador de cachos;
  • defina os cachos apertando-os com as mãos ou usando um difusor;
  • invista em produtos liberados para Low e No Poo.

Crespos:

  • use shampoos e condicionadores específicos para seus cabelos (secos, finos, frizados, delicados);
  • aposte em cremes com ativador de cachos específicos para a sua curvatura;
  • faça umectação noturna com óleos, como o de coco ou argan;
  • invista em produtos liberados para Low e No Poo;
  • faça uso de um pente específico para desembaraçar os fios com cuidado.

Concluindo, conhecer os seu tipo de cabelo e identificar a curvatura é muito importante para entender quais cuidados são necessários e garantir mais saúde, beleza e hidratação às madeixas. Na hora de escolher os produtos que vai utilizar, lembre-se de optar por aqueles que foram desenvolvidos especialmente para o seu tipo de fio.

E então, já conseguiu identificar qual é o seu tipo de cabelo? Já? Então corre para conferir as linhas Phytogen Muito + Liso e Phytogen Love My Hair Curly da Kert!

Posts Recomendados